História de Ilha Grande

O Município de Ilha Grande, em época passadas era chamado de Coroa Grande ou Coroa do Iguaçu. Em meados de 1692. Dona Mariana Alexandre Viana, que ficara viúva, se instalou, na porta da Coroa Grande, próxima às margens do Igarapé ribeirinho ligado ao Rio Tatus afluente do Rio Parnaíba. Com ela estavam seus filhos, quatro homens e duas Mulheres.
E, ao pé dos morros construíram sua morada, era um areal que dividia a Ilha do Camarço. A região era farta, com abundante produção nativa de caju, puçá, murici e guagirú. No rio e nos lagos, muitos peixes, camarões, mariscos e, nas matas, caçavam-se raposas, guaxinins, gatos maracajás, cutias e tartarugas, numerosíssimas.
Pouco a pouco a localidade foi sendo povoada, graças ao pioneirismo de Dona Mariana de seus filhos. Os morros existentes próximos ao local eram avistados de longe, com suas areias brancas e cajueirais. Os caçadores reconheceram dona Mariana como a desbravadora da região e passaram chamar o local de MORROS DA MARIANA, denominação assimilada e mantida até hoje.

Durante os primeiros anos da década de 90, a população do povoado passou a exigir maior atenção das autoridades; não vendo suas reivindicações atendidas, organizou-se um movimento em defesa da emancipação política do povoado, fato ocorrido, no dia 12 de dezembro de 1993. A população através de plebiscito disse sim á criação do município de Ilha Grande. Ato reconhecido e efetivado pelo Governador do Estado, Antônio de Almendra de Freitas Neto, que sancionou a Lei n° 4.680 de 26 de janeiro de 1994, elevando a categoria de cidade o povoado de Morros da Mariana, incluindo uma área de 22 km2. A Ilha Grande está situada na Mesorregião do Norte do Estado do Piauí, na Microrregião do Litoral Piauiense. Na Ilha Grande de Santa Isabel, a maior ilha do Delta do Rio Parnaíba, que é o único Delta em mar aberto das Américas, e fica entre as barras das canárias e Igaraçu.

Aspectos Geográficos

O Município de Ilha Grande fica localizado ao Norte do Estado do Piauí, Apresenta uma extensão territorial, de 134,32 Km².
Distancia-se da capital Teresina aproximadamente 340 km. Sua via de acesso é a rodovia PI – 210, que liga Ilha Grande ao município de Parnaíba, com 8 km de extensão, limitando-se:
– Ao Norte: Oceano Atlântico
– Ao Sul: Município de Parnaíba
– Ao Leste: Município de Parnaíba
– Ao Oeste: Estado Maranhão
Temperaturas: mínimas de 25 oC e máximas de 35 oC,
Clima: quente tropical.
Solos: pedregosa e não pedregosa, com caatinga hipoxerófila associada. Os solos hidro mórficos, gleizados. Os solos aluviais, álicos, distróficos e eutróficos, de textura indiscriminada e transições. Os solos arenosos essencialmente quartzosos, profundos, drenados, desprovidos de minerais primários, de baixa fertilidade, com transições vegetais, fase caatinga hiperxerófila e/ou cerrado e/ou carrasco.
Principal Unidade Fita ecológicas
– Vegetais: caatinga/cerrado caducifólio e floresta ciliar de carnaúba/caatinga de várzea.
GeologiaAs unidades geológicas predominantes na área do município pertencem às coberturas sedimentares. Em cerca de 30% da área total distribuem-se as Dunas Inativas, representadas por areais. Em aproximadamente 25% da área total ocorrem turfa, areia e argila, englobadas na unidade denominada Depósitos Litorâneos. Por último, em 45% da área restante, sobressai-se areia a argila, pertencentes à unidade geológica denominada Depósitos de Pântanos e Mangues.
Hidrografia: Principais Cursos d’água.
– Rio Parnaíba;
– Rio dos Tatus.

ASPECTO DEMOGRAFICO
Área: 134,52 Km2
População: 8.734
Urbana: 7.161
Rural: 1.573
Sexo masculino: 4.471
Sexo feminino: 4.163